Qualificação profissional na gastronomia:

o perfil dos trabalhadores em negócios de alimentação nos municípios de Joinville e Balneário Camboriú, Santa Catarina, Brasil

Palavras-chave: Qualificação, Perfil profissional, Gastronomia, Joinville, Balneário Camboriú

Resumo

O presente trabalho tem por objetivo investigar o perfil profissional dos trabalhadores em negócios de alimentação nas cidades de Joinville e Balneário Camboriú, ambas do estado de Santa Catarina (SC). A motivação para realização dessa investigação se dá em dois pontos: primeiro, pelo aumento da oferta dos cursos de gastronomia no estado e no país, e, segundo, pela relevência de ambas as cidades para atividade turística em SC. A pesquisa, que tem natureza exploratória, foi conduzida no período entre março e julho de 2018 nos dois municípios. Para o levantamento dos dados, adotou-se o emprego de questionário fechado, aplicado a trabalhadores em negócios de alimentação, como restaurantes, bares, lanchonetes e padarias. Ao todo, somam-se 703 questionários respondidos, aplicados em 85 empresas. Observou-se que ainda há a predominância de mão de obra pouco qualificada e com baixos salários, contudo esse panorama vem sendo alterado quando comparado a estudos anteriores mostrando uma parcela maior de profissionais com ensino superior cursando ou completo dentro das empresas do mercado de alimentos e bebidas.

Referências

AGAPITO, Ana Paula. F. Ensino Superior No Brasil: Expansão E Mercantilização Na Contemporaneidade. Temporalis, ano 16, n. 32, jul/dez., 2016.

ASSUNÇÃO, Adriana T. C.; ROCHA, Fernando G.; RIBAS, Liz C. C. Perfil dos trabalhadores de cozinha da Via Gastronômica de Coqueiros e notas sobre a qualificação profissional no setor de alimentos e bebidas em Florianópolis/SC. Revista Brasileira de Pesquisa em Turismo. v.4, n.3, p.24-40, dez. 2010.

BARRETTO, Margarita. Manual de iniciação ao estudo do turismo. Campinas: Editora Papirus, 1995.

CAON, Mauro. Gestão estratégica de serviços de hotelaria. São Paulo: Atlas, 2008.

CASTELLI, Geraldo. Administração hoteleira. 9ª ed. – Caxias do Sul: EDUCS, 2001.

DOMINGUES, Janaína. Formação em gastronomia: ingredientes e temperos de um profissional. Dissertação de Mestrado. Programa de Pós-graduação em Turismo e Hotelaria. Universidade do Vale do Itajaí - UNIVALI, 2008.

ERRAMILLI, M. Krishna. Entry mode choice in service industries. International Marketing Review, vol. 7, n. 5, p. 50-62, 1990.

GRÖNROOS, Christian. Internationalization strategies for services: a retrospective. Journal of Services Marketing, vol. 30, n.2, p. - , 2016.
IBGE. Balneário Camboriú: panorama [2018a]. Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística. Disponível em : . Acesso: 10/10/2018.

IBGE. Joinville: panorama [2018b]. Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística. Disponível em : . Acesso: 10/10/2018.

BITTAR, Mariluce; ALMEIDA, Carina E. M.; VELOSO, Teresa C. M. A. Ensino noturno e expansão do acesso dos estudantes-trabalhadores à educação superior. In: BITTAR, Mariluce; OLIVEIRA, João F.; MOROSINI, Marília. Educação Superior no Brasil – 10 Anos Pós-LDB. Brasília: INEP, 2008.

JAVALGI, Rajshekhar G.; MARTIN, Charles L. Internationalization of services: identifying the building-blocks for future research. Journal of Services Marketing, vol. 21, n. 6, p. 391-397, 2007.
LASHLEY, Conrad; SPOLON, Ana Paula. Administração de pequenos negócios de hospitalidade. Rio de Janeiro: Elsevier, 2011.

MELO, Hildete P.; ROCHA, Frederico; FERRAZ, Galeno; DI SABBATO, Alberto; DWECK, Ruth. O Setor Serviços No Brasil: Uma Visão Global — 1985/95. Texto para Discussão nº 549. Rio de Janeiro: IPEA, 1998.

MENDES, Marina de C.; PIRES, Paulo dos S.; KRAUSE, Rodolfo W. Relevância da Gastronomia em Restaurantes Temáticos: Um estudo de caso em Balneário Camboriú, SC. Revista Rosa dos Ventos, vol. 6, n. 1, p. 66-75, jan-mar, 2014.

MINTUR. Estudo da Competitividade do Turismo Brasileiro: Serviços de Alimentação. Ministério do Turismo. Campinas: Neit-IE-Unicamp, 2007.

PACHECO, Aristides de O. Manual de serviço do garçom. 11ª ed. São Paulo: Editora Senac São Paulo, 2008.

PATTERSON, P.; CICIC, M. A typology of service firms in international markets: an empirical investigation. Journal of International Marketing, vol. 3, n. 4, p. 57-83, 1995.

PILLMAYER, Markus; SCHERLE, Nicolai. The Tourism Industry and the Process of Internationalization in the Middle East: The Example of Jordan. International Journal of Tourism Research, vol. 16, n. 4, p.329 - 339, 2013.

ROCHA, Fernando G.; AMARAL, Fabiana M. Qualificação para as atividades do turismo: Perfil profissional de trabalhadores, proprietários e gestores de empresas de alimentação fora do lar na Região Litorânea Central do Estado de Santa Catarina (Brasil). Turismo & Sociedade. Curitiba, v. 5, n.1, p. 124-143, abril, 2012.

SANTUR. O Estado: sobre Santa Catarina [2018]. Santa Catarina Turismo S/A. Disponível em : . Acesso: 10/10/2018.

SEBRAE/SC. Santa Catarina em Números: Balneário Camboriú. Serviço de Apoio às Micro e Pequenas Empresas de Santa Catarina - SEBRAE. Florianópolis: Sebrae/SC, 2013, 132p.

SEPUD. Joinville Cidade em Dados 2017. Secretaria De Planejamento Urbano E Desenvolvimento Sustentável - SEPUD. Joinville: Prefeitura Municipal, 2017, 73p.

WERDINI, Marcelo M.; REJOWSKI, Miriam; STEFANINI, Claudio J. Formação Superior Em Gastronomia Na Cidade De São Paulo: Expectativas E Satisfação De Alunos De Uma Instituição Privada. CULTUR, ano 08, n. 01, Fev., 2014.
Publicado
2020-02-10